domingo, 16 de dezembro de 2018

Crianças de Olinda participam da 2ª Jornada de EAN do FNDE

Crianças de Olinda participam da 2ª Jornada de EAN do FNDE

por Rebrae 15/06/18

A Divisão do Planejamento de Alimentação Escolar da Secretaria da Educação, Esportes e Juventude de Olinda/PE está participando da 2.ª Jornada de Educação Alimentar e Nutricional. A iniciativa é organizada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Entre os objetivos do trabalho estão a promoção da alimentação adequada e saudável no currículo escolar; disseminação de informações acerca de comidas indicadas para o público infantil e o envolvimento de toda a família na definição do cardápio dos estudantes.

No município, as escolas Lar Espírita Bezerra de Menezes e Maria da Glória Advíncula fazem parte do programa.  Na primeira unidade de ensino, professores e alunos criaram a oficina Semáforo dos Alimentos. Através da atividade, o grupo esclarece que não há alimentos maus e sim hábitos alimentares errados.

“A proposta utilizada pelas nutricionistas do Departamento de Planejamento de Alimentação Escolar (DPAE), mostrou que durante a oficina, as crianças com a ajuda da imagem de um semáforo, têm o poder de como escolher os alimentos de uma forma fácil e compreensiva. A cor verde representa os alimentos que devem ser consumidos com maior frequência, o amarelo são os alimentos liberados para ser consumidos com prudência e o vermelho, que são os alimentos proibidos de ser ingeridos diariamente”, explicou a chefe do departamento, Jaqueline Risolene.

Durante as aulas práticas o grupo criou o suco refrescanta. As turmas de chefs mirins aprenderam em sala de aula a fazer um suco muito mais nutritivo e substituir o refrigerante. Antes da prática, os estudantes aprenderam com as nutricionistas a importância de cada componente e sua utilização no suco. A bebida é feita com laranja, limão e cenoura.

Segundo as nutricionistas Aparecida Nazareth e Lúcia Medeiros, as crianças aprovam muito mais do que os adultos o sabor dos sucos que levam a quantidade de açúcar muito inferior aos produtos industrializados e refrigerantes. “Quanto mais nova a criança, melhor a aceitação, pois o paladar ainda não está viciado em bebidas excessivamente adoçadas”, afirma Lúcia Medeiros.

No final da jornada, os 30 melhores trabalhos das escolas do Brasil serão premiados. O material será publicado em um livro do FNDE.

Fonte: Prefeitura Municipal de Olinda, por Pattrícia Viviane (reportagem e fotos)

 



Ver todas as notícias


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/rebrae/www/wp-includes/functions.php on line 3778

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/rebrae/www/wp-includes/functions.php on line 3778