domingo, 16 de dezembro de 2018

Brasil apoia Camboja na elaboração de programa de alimentação escolar

Brasil apoia Camboja na elaboração de programa de alimentação escolar

por Rebrae 27/06/18

O governo do Camboja realizou, do dia 11 a 13 de junho, um workshop de consulta sobre alimentação escolar em Siem Reap. O Centro de Excelência contra a Fome, fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA), participou do evento e apresentou exemplos de soluções de vários países, incluindo o Brasil.

O encontro foi uma oportunidade de o Centro de Excelência compartilhar suas experiências de alimentação escolar. A oficial de programa Sharon Freitas apresentou uma visão geral do estado global da alimentação escolar, e enfatizou lições aprendidas em vários países.

Representantes do governo do Camboja presentes no evento pediram detalhes do programa de alimentação escolar brasileiro, que serve de inspiração para o país e outras 30 nações em processo de estruturação de suas próprias iniciativas.

Daniel Balaban, diretor do Centro de Excelência contra a Fome, enviou uma mensagem de vídeo para aos participantes, enfatizando os benefícios da gestão federal dos programas de alimentação escolar.

“Quando existe um programa de alimentação escolar nacional, todas as crianças na escola recebem alimentos frescos produzidos por agricultores familiares. Isso é importante para o sistema de saúde, para a educação, a agricultura e o sistema de proteção social de cada país”, disse Balaban.

Alguns representantes governamentais que participaram do seminário também estiveram em uma visita de estudo no Brasil em 2015. Para dar os próximos passos no estabelecimento de uma estratégia para o programa, o governo do Camboja solicitou apoio do Centro de Excelência contra a Fome, assim como do escritório de país do PMA. Os termos dessa cooperação serão discutidos em breve.

Visita de campo

Como parte do workshop, participantes fizeram uma viagem para ver em primeira mão como o programa de alimentação escolar está sendo operado no Camboja. Eles visitaram uma escola primária em Samraong, na província de Siem Reap.

A unidade tem um programa de alimentação escolar operado pelo PMA desde 2004 e serve pratos para 395 estudantes, dos quais 167 meninas. Desde 2016, o programa adotou o modelo de produção doméstica. Estudantes recebem pratos compostos por arroz, proteína animal, vegetais, óleos vegetais e sal.

A merenda escolar cria um incentivo para crianças de famílias mais pobres comparecerem e permanecerem na escola até a conclusão da educação primária. O objetivo do programa é melhorar o acesso à educação, reduzir a fome no curto prazo e testar modelos sustentáveis e eficazes de alimentação escolar.

Os pais dos alunos contribuem com o programa com dinheiro para biscoitos, vegetais para os alimentos e lenha, e 90% deles trabalham como produtores de arroz. O PMA fornece alimentos, assim como sementes e materiais para as hortas escolares, além de utensílios de cozinha. Outros parceiros internacionais também contribuem para o programa. O Ministério da Educação, da Juventude e dos Esportes financiaram uma caixa d’água, uma bomba e banheiros.

Fonte: ONU Brasil



Ver todas as notícias


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/rebrae/www/wp-includes/functions.php on line 3778

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/rebrae/www/wp-includes/functions.php on line 3778